Tampão mucoso ou corrimento? Estou perdendo sangue? Quando ele sai? Tenho de correr para o hospital? Calma, aqui estão as respostas que você precisava.

O que é o tampão mucoso?

O tampão mucoso é um conjunto de muco que se forma no canal cervical no início da gestação. Ele funciona como um selo protetor que protege seu corpo e seu bebê das bactérias e infecções que possam vir “de fora” e alcançar o útero. Conforme as contrações de treinamento e contrações de trabalho de parto avancem, é provável que você “perca” o tampão, que acaba se soltando do canal em dilatação e cai.

Como é o tampão mucoso?

Normalmente, o tampão mucoso é claro, esbranquiçado e/ou com tons de rosa, vermelho ou marrom por causa do sangue. Em textura, o tampão mucoso é pegajoso e um pouco gelatinoso, esticando como fio de ovo quando se pega entre dedos.

foto de um tampão mucoso no papel

Tampão Mucoso ou Corrimento?

As principais diferenças se notam na cor e na textura. Enquanto o corrimento vaginal é amarelado, fino e de textura mais pastosa, o tampão mucoso é mais gelatinoso, pegajoso e tem uma cor esbranquiçada, muitas vezes com tons avermelhados por causa do contato com o sangue.

 

Na dúvida, o melhor é observar a cor e pegar entre o dedo indicador e o polegar: se for grudento e esticar como fio de ovo, é o tampão mucoso. Se não esticar e for mais pastoso, é corrimento.

O que acontece quando sai o tampão mucoso?

Perder o tampão geralmente (mas não 100% das vezes) significa que o seu cérvix começou a dilatar, ou seja: é um sinal de que o trabalho de parto se aproxima. Isto porque o tampão está “colado” às paredes do canal cervical e quando a dilatação começa, as paredes começam naturalmente a se afastar e o tampão eventualmente acaba por se descolar e cai.

Com quantas semanas de gestação pode sair o tampão mucoso?

Não há um tempo exato para quando “deve” começar esse processo. Inclusive, muitas mulheres só perdem o tampão quando já estão em trabalho de parto ativo. Outras perdem semanas antes do parto. A saída do tampão mucoso depende mais do início das contrações do que das semanas de gestação.

É possível perder o tampão mucoso aos poucos?

Sim, é completamente possível. O tampão mucoso pode sair todo de uma vez só ou pode ir descolando gradualmente, ao longo do tempo, e a mulher nem sequer perceber que está perdendo o tampão – o que é bastante comum.

Como saber se o tampão está saindo?

Você irá notar um pouco de sangue na calcinha, por vezes um pouco esbranquiçado. Em poucas quantidades é algo comum, contudo, se perder quantidades moderadas ou grandes quantidades de sangue, procure imediatamente o atendimento médico.

O tampão mucoso se refaz ou regenera?

Sim, o tampão mucoso pode se regenerar. Isso acontece porque seu corpo está constantemente criando muco vaginal durante a gestação, de modo a manter o canal hidratado e protegido contra organismos invasores e infecções. Por isso, não precisa se preocupar caso esteja perdendo seu tampão gradualmente ou caso o tampão saia antes do tempo. Seu corpo consegue regenerar o tampão!

Tampão Mucoso Verde ou Amarelado: devo me preocupar?

O tampão pode aparecer ligeiramente amarelado ou um pouco esverdeado em alguns casos sem necessariamente indicar uma infecção. Contudo, se notar um cheiro ruim, você deve procurar o médico e fazer todos os exames indicados para identificar possíveis infecções. Um tampão mucoso saudável normalmente é avermelhado, rosa ou marrom.

curso de amamentação

Curso de Amamentação

Um curso todo voltado para preparar, empoderar e apoiar grávidas e novas mães para uma amamentação tranquila e de sucesso!

Sobre a autora

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Vila Materna é um portal de informações baseada em evidências científicas sobre gestação, maternidade e educação e com firme compromisso com a perspectiva feminista e os direitos das mulheres e crianças.

    Inspiração

    “A mulher viva e politizada afirma ser uma pessoa quer esteja ligada a uma família ou não, quer esteja ligada a um homem ou não, quer seja mãe ou não”.


    – Adrienne Rich, Of Woman Born: Motherhood as Experience and Institution

    Aline Rossi © 2020. Todos os direitos reservados.